III Seminário da Política de Assistência Social de Maracanaú aborda o tema: Direitos Humanos, Territórios de Resistência

181
Foto: Stênio Saraiva

O III Seminário da Política de Assistência Social de Maracanaú, realizado na manhã desta terça-feira,13, no auditório da Uninassau, pela Secretaria de Assistência e Cidadania – Sasc, teve como temática: Direitos Humanos, Territórios de Resistência. O evento englobou também a III mostra de Relatos de Experiências e Pesquisas no âmbito do Sistema Único da Assistência Social – SUAS e a I Mostra Cultural do SUAS.

O encontro representou a reafirmação do compromisso da gestão em efetivar o Sistema único da Assistência Social – SUAS, em consonância com as demandas contemporâneas, oportunizando a reflexão das práticas profissionais nesta política, bem como a vivência de reflexões que apontem alternativas de superação dos limites impostos às políticas sociais no Brasil.

A mesa de apresentação foi composta pela Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Kelma Cardoso, Presidente do Observatório SUAS de Maracanaú, Lidiane Azevedo, pelo Conselheiro Regional de Serviço Social, Elísio Loiola e a Secretária de Assistência Social e Cidadania, Glauciane de Oliveira, que convocou todos os presentes a saírem da zona de conforto e fazer resistência.

“Estamos tornando o dia de hoje diferente. Estamos saindo dos nossos territórios para estarmos em um território de resistência e trocarmos experiências. Vamos à luta. Existem muitos territórios que precisam dessa nossa resistência,” disse Glauciane.

O tema Direitos Humanos, Territórios de Resistência foi debatido pelas psicólogas Zulmira Aurea Cruz Bomfim, Veriana de Fátima Rodrigues e pela médica Tais Alves de Lima Matos. O evento contou com a participação de representantes da sociedade civil, estudantes, profissionais e usuários do SUAS e do SUS. O coral da Fundação Terra e a Cia. Teatral Música e Cenas do Alto Alegre se apresentaram no evento.