Escolas do município são homenageadas na Câmara Municipal

You are currently viewing Escolas do município são homenageadas na Câmara Municipal
  • Post author:
  • Post category:Educação

As escolas José Dantas Sobrinho, Sinfrônio Peixoto e Napoleão Bonaparte foram homenageadas na última quarta-feira, 25, na Câmara Municipal de Maracanaú, por seus projetos científicos, relatos de experiências, destaques nacionais e internacionais. “É muito gratificante esse reconhecimento público de um trabalho feito na escola. Essa conquista fica de exemplo aos demais alunos, a estudarem e se dedicarem para obter o sucesso”, disse Assis Costa, diretor da Escola Napoleão Bonaparte.

Na ocasião, o presidente da Câmara, deputado Carlos Alberto Gomes de Matos Mota, falou sobre a importância desses títulos para o Município. “Esse é o resultado de um governo que investe na educação, de uma gestão preocupada e dedicada aos seus estudantes. Um trabalho onde se tem alunos comprometidos, professores capacitados, gestão empenhada e um governo que investe é sinônimo de sucesso. Todos estão de parabéns”, comentou

Em todos os depoimentos dos presentes estava o agradecimento ao Secretário de Educação, professor Marcelo Farias, pela luta constante em favor da educação. “Sinto uma enorme alegria por este reconhecimento, pelos trabalhos e experiências realizadas nas escolas. Isso contribui para mais apoio e para que cada vez mais a educação seja crescente no nosso Município”, explica.

Durante a sessão solene estiveram presentes alunos, professores, gestores, técnicos da Secretaria Municipal de Educação – SME, a Coordenadora de Educação, Luzivany Freire, e a Diretora de Educação, Ivaneide Antunes.

SAIBA MAIS – Os alunos da Escola Sinfrônio Peixoto, Thelly Ângela Barbosa e João Vitor Vidal, apresentaram em dezembro do ano passado, no México, o projeto “Vasos ecológicos para mudas de planta” na Expociência Nacional 2015.

Gabriela Alves e Honório Vitor, da Escola Municipal Napoleão Bonaparte Viana, estiveram em Joanesburgo, na África do Sul, representando o Brasil na Feira de Ciências para Jovens Cientistas.

Em 2011, a Escola José Dantas Sobrinho ficou em segundo lugar no Prêmio “Experiências Educacionais Inclusivas”, do Ministério da Educação, com o estudo de caso para inclusão escolar do aluno João Paulo, que tem paralisia cerebral. Em 2016 ficou em primeiro lugar no mesmo prêmio, com o tema “A escola no enfretamento das desigualdades sociais: O protagonismo juvenil no contexto sociocultural”.   (Marília Perdigão)