Vacinômetro (Informações fornecidas pela Secretaria Estadual de Saúde, consolidadas do dia 21/06/2022)

168.061

Maracanauenses com ciclo vacinal completo

1ª Dose (D1) 194.757| 2ª Dose (D2) 162.976 | Dose única (DU) 5.085
Dose de Reforço (DR) 93.969 | Dose adicional (DA) 352 | Dose Reforço 2 (REF2) 5.418

Trabalhadores da Saúde
(D1): 5.783
(D2): 5.592
(DR): 2.579

Idosos institucionalizados
(D1): 20
(D2): 20
(DR): 16 (REF2): 16

Indígenas
(D1): 2.901
(D2): 2.910
(DR): 2.272
(DA): 338

Idosos > 75 anos
(D1): 5.680
(D2): 5.450
(DR): 4.759
(REF2) 1.662

Idosos 70 a 74 anos
(D1): 4.144
(D2): 3.839
(DR): 3.449
(REF2): 969

Idosos 65 a 69 anos
(D1): 5.549
(D2): 5.435
(DR): 5.057
(REF2) 1.262

Idosos 60 a 64 anos
(D1): 6.940
(D2): 6.884
(DR): 6.162
(REF2) 1.509

Trabalhadores da Força de Segurança e Salvamento e Forças Armadas
(D1): 872
(D2): 695

Gestantes e Puérperas com comorbidades
(D1): 80
(D2): 59

Gestantes e Puérperas sem comorbidades
(D1): 1.615
(D2): 1.313

PCD e
Comorbidades
(D1): 11.986
(D2): 10.366
(DA): 14

Trabalhadores da Educação Básica
(D1): 2.656
(D2): 2.326

Trabalhadores da Educação Superior
(D1): 142
(D2): 142

Trabalhadores Transporte Aéreo
(D1): 37
(D2): 31

População Geral
55 a 59 anos

(D1): 7.027
(D2): 7.009
(DR): 7.464

População Geral
45 a 54 anos

(D1): 19.235
(DU): 271
(D2): 18.440
(DR): 15.126

População Geral
40 a 44 anos

(D1): 11.452
(DU): 1.988
(D2): 9.140
(DR): 9.837

População Geral
30 a 39 anos

(D1): 36.368
(DU): 2.701
(D2): 25.009
(DR): 18.970

População Geral
18 a 29 anos

(D1): 37.694
(DU): 125
(D2): 33.330
(DR): 17.903

População Geral
12 a 17 anos

(D1): 17.150
(D2): 15.331
(REF): 375

População Geral
05 a 11 anos

(D1): 17.426
(D2): 9.655

Boletim Epidemiológico (Última Atualização 23/06/2022 08:12:04)

Casos notificados

76.019

Casos confirmados

29.657

Casos em Investigação

471

Número de exames

95.162

Casos recuperados

26.312

Óbitos

848

Letalidade

2,9

Óbitos nas últimas 24h

0

Listas de Vacinados

Tira-dúvidas do Coronavírus (Covid-19)

Caso você sinta sintomas do coronavírus, como febre, tosse e, principalmente falta de ar, em quadro grave, procure a unidade de saúde mais próxima. Caso seja um quadro clínico não grave, fique em casa de repouso, pois o tratamento é similar ao de uma gripe, exigindo hidratação, alimentação saudável e uso de analgésicos e antitérmicos se necessário.

Em Maracanaú, deve-se ir direto para a UPA 24h na Pajuçara. Se você ou alguém conhecido apresentar febre, tosse e principalmente falta de ar, em estado realmente grave, a recomendação é a UPA 24h. Caso sejam sintomas leves, sem gravidade, a recomendação é ficar em casa. Quadros moderados da doença, com febre e tosse, mas sem falta de ar, os locais ideais para atendimento são os postos de saúde e a Unidade de Atendimento Básico – UAB 24h, no Centro. O Hospital Municipal só receberá pacientes graves que foram antes avaliados pelas demais unidades da rede de saúde municipal.

Seguindo a determinação do Ministério da Saúde, a rede de saúde de Maracanaú e em todo Brasil, pública e privada, só fará o exame de teste para o coronavírus nos casos de pacientes comprovadamente suspeitos e em estado grave. Isso porque já há transmissão comunitária do vírus no País e no Estado e é impossível testar todos os pacientes. Um caso pode ser confirmado como Coronavírus até mesmo sem o exame, desde que o paciente clinicamente apresente todos os sintomas e pelo histórico indique contágio evidente da doença. A decisão do Ministério da Saúde em não fazer exame em todos os brasileiros é para resguardar os grupos de risco, como idosos e doentes crônicos, e para focar nos pacientes em estado grave. A rede de saúde do País não tem como realizar o exame em todos e os kits devem ser priorizados para pacientes em estado grave, idosos e doentes crônicos, por exemplo.

Os dados são fornecidos pela Secretaria de Saúde do Estado do Ceará e não pelas prefeituras, através de um Boletim Epidemiológico diário do Governo Estadual, que está disponível no site da SESA – https://www.saude.ce.gov.br/download/boletins/. Todas unidades de saúde, públicas e privadas, dos 184 municípios cearenses mandam os exames de coronavírus para o Laboratório Central do Governo do Estado, que gera o relatório e torna público diariamente. No nível nacional, as Secretarias de Saúde enviam para o Ministério da Saúde, que gera o seu próprio relatório.

O coronavírus (Covid-19) é similar a uma gripe. Geralmente é uma doença leve a moderada, mas alguns casos podem ficar graves. Os sintomas mais comuns são: Febre, Tosse, Dificuldade para Respirar

Acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo (cerca de 2 metros), por meio de: Gotículas de saliva; Espirro; Tosse; Catarro; Ainda há possibilidade de contrair a doença por meio de superfícies contaminadas, sobretudo maçanetas, celulares, corrimão, botão do elevador etc.

O período de incubação é o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a infecção por coronavírus, que pode ser de 2 a 14 dias.

Sim. A Prefeitura de Maracanaú tem o telefone 3521.6510. O Governo do Estado do Ceará disponibilizou o telefone 0800-275-1475. O telefone do Ministério da Saúde é 136. Alguns Planos de Saúde também estão com teleatendimento exclusivo para a doença, por exemplo: Unimed Fortaleza: 0800 940 7800.