Adolescentes do Nuca participam de reunião sobre processo eleitoral e liderança feminina

You are currently viewing Adolescentes do Nuca participam de reunião sobre processo eleitoral e liderança feminina

Os representantes do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes – NUCA participaram, no dia 7 de novembro, de oficinas com os objetivos de dialogar sobre a participação de adolescentes no processo eleitoral e o papel da mulher em posições de liderança. O evento contou com a presença de 21 adolescentes que compõem o núcleo, Mauro Braz, mobilizador de jovens, responsável pelo NUCA no Município e Glauciane Oliveira, articuladora do Selo UNICEF em Maracanaú.

Pela manhã, os jovens participaram de dinâmicas sobre o que os deixam felizes, tristes, o que poderiam fazer para mudar uma situação, relacionando com o poder do voto. Em seguida, eles propuseram várias estratégias de como mobilizar os jovens na faixa etária entre 16 e 17 anos para tirar o título de eleitor. Eles pesquisaram sobre os documentos que são necessários para emitir o título de eleitor pela primeira vez, que são carteira de identidade e comprovante de endereço. Além disso, destacaram que os jovens nessa idade citada, podem ir ao cartório eleitoral, sem a presença dos pais, de 8h às 14 horas, localizado no Feira Center, em Maracanaú para o alistamento eleitoral.

No período da tarde, na segunda oficina, os membros do NUCA abordaram a temática sobre a participação de meninas e mulheres nos espaços de poder, sobretudo no município de Maracanaú. Glauciane Oliveira, articuladora do selo UNICEF, exaltou a relevância do Nuca na vida dos jovens, a questão do voto e da importância das meninas participarem de debates, expondo suas opiniões. “Eu penso que ainda vivemos em um mundo dominado pelo machismo, então nós mulheres, meninas, precisamos ocupar nossos lugares, está nas mãos da juventude construir uma sociedade em que homens e mulheres tenham direitos iguais”.

Segundo Letícia Kauany, estudante da Escola Presidente Tancredo Neves e representante do NUCA: “É interessante falar sobre esse tema, pois é sempre importante retratar a figura feminina na política, na sociedade, afinal somos a maioria. E sobre a questão dos adolescentes no direito eleitoral, temos que ter a consciência do voto, porque os jovens são vistos como o futuro do nosso país e só assim teremos um futuro melhor”, finaliza Letícia. (Bruna Marques/ Renata Talissa)