Com Teatro lotado, Maracanaú recebe Congresso Técnico Regional da Taça das Favelas 2023

No momento você está vendo Com Teatro lotado, Maracanaú recebe Congresso Técnico Regional da Taça das Favelas 2023

O município de Maracanaú foi berço, nessa terça-feira, 23/05, do Congresso Técnico Regional da Taça das Favelas, com a presença do embaixador do projeto, o ex-jogador e ex-técnico da Seleção Brasileira, Dunga.

Em Teatro lotado, o evento reuniu atletas, dirigentes, técnicos, representantes gerais para apresentação do regulamento e sorteio dos confrontos dos times inscritos da região metropolitana. Os jogos da etapa classificatória com os 32 times da região metropolitana de Fortaleza ocorrerão nos dias 27 e 28 deste mês, no Estádio Municipal Almir Dutra. A disputa definirá o representante para participar do torneio estadual. Haverá ainda as disputas regionais e, a mais desafiadora, a competição nacional.

O prefeito Roberto Pessoa reforçou a importância do esporte para a juventude, “o esporte é tirar a juventude da rua para o bem”. O ex-jogador Dunga, em sua fala, falou sobre a importância da dedicação e do amor pelo que faz, “na vida a gente tem que fazer tudo com amor. Eu tive meia hora com o prefeito Roberto e ele falou do amor que ele tem pelo que ele faz. A mensagem aos jovens é cuide-se, faça cada dia melhor, se dediquem”.

O evento contou também com a participação de Preto Zezé, do deputado Estadual Firmo Camurça, do vice-prefeito Neton Lacerda, além de diversos secretários e demais políticos do município.

Saiba mais – Organizada pela Central Única das Favelas (Cufa) e pela Frente de Assistência à Criança Carente (FACC), a competição tem por objetivo promover a inclusão social de centenas de jovens por meio do esporte, influenciando positivamente a realidade dessas pessoas. Para participar da competição, um dos principais critérios é que os atletas residam em favelas do Estado do Ceará e em cidades próximas à Fortaleza, Crateús, Sobral e Juazeiro do Norte. A expectativa é que o torneio impacte diretamente 8 mil jovens e crianças e, indiretamente, entre 25 e 30 mil.