Estudantes da rede municipal são medalhistas na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA)

You are currently viewing Estudantes da rede municipal são medalhistas na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA)

Os estudantes da rede municipal de ensino participaram da 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). Na edição de 2020, os estudantes de quatro escolas municipais conquistaram 19 medalhas sendo 5 de Ouro, 3 de Prata e 11 de Bronze, incluindo certificados.

 

Os objetivos da OBA são fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e Ciências afins, promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa e mobilizar alunos, professores, coordenadores pedagógicos, diretores, pais e escolas.

 

João Paulo Silva de Lima, professor de Ciências da Escola Municipal Manoel Róseo Landim, ressalta que os estudantes participam da OBA desde 2014 e que devido às aulas remotas em virtude da pandemia do coronavírus, “a preparação foi feita utilizando as atividades não presenciais, provas anteriores da OBA, conteúdos complementares de Astronomia e vídeos sobre Astronomia que foram enviados para os alunos”.

 

O professor João Paulo relata que os estudantes ficaram alegres por terem conseguido ganhar uma medalha em uma Olimpíada Nacional. Além de receber um certificado com comprovando a participação e a premiação.

 

Sílvio Sérgio Coelho de Menezes, professor de Ciências da Escola Municipal João Magalhães de Oliveira, conta que estas medalhas representam muito, pois as conquistas são méritos dos alunos, fruto dos seus esforços. “Acredito na capacidade dos meus alunos e sempre procuro motivá-los a participar. Cléo e Ohara estudam nesse ano no nono ano, são minhas alunas desde o sexto ano e sempre se destacaram. Laís Uchôa está no sétimo ano e, praticamente o seu sexto ano foi todo remoto, mas ano passada foi sua primeira participação e já conquistou uma medalha”.

 

Ednilson Henrique Barbosa, professor de Ciência da Escola Municipal Senador Carlos Jereissati, relata que estas medalhas simbolizam a vitória e o reconhecimento do trabalho realizado e que os alunos são capazes de conquistar muitas coisas, pois não faltam determinação e coragem.

Henrique conta que a Astronomia possui um grande teor motivacional para os alunos do Ensino Fundamental. “Os principais temas exercem enorme fascínio e curiosidade, principalmente entre crianças e jovens. Os alunos têm a oportunidade de estudar conceitos teóricos de física e a partir desses conhecimentos fazerem experimentações e investigações, podendo potencializar interesses por atividades cientificas a fim de se conseguir uma aprendizagem mais significativa”.

 

Confira os 19 medalhistas da 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica – OBA 2020:
Escola: EMEIEF Senador Carlos Jereissati

 

Professor: Ednilson Henrique Barbosa

 

Medalha

 

Aluno (a)
Ouro Antônia Isabele Oliveira de Sousa

 

Ouro Rebeca Oliveira de Souza

 

Prata Kayque Fernando Alves do Nascimento

 

Bronze

 

Eliane Uchoa Sombra
Bronze Fábio de Souza Beviláqua

 

Bronze Perolla Karoliny Santana Veloso

 

Escola: Manoel Róseo Landim

 

Professor: João Paulo Silva de Lima

 

Medalha

 

Aluno (a)
Ouro Maria Clara Oliveira Coutinho

 

Bronze Ádrian da Costa Morais

 

Bronze Maria Melissa Santos da Silva

 

Bronze Jane Gabriele Rocha Rodrigues

 

Bronze Marina Bezerra da Silva

 

Bronze Alice da Silva Ferreira

 

Bronze Larissa Vieira Brito

 

Escola: João Magalhães de Oliveira

 

Professor: Sílvio Sérgio Coelho de Menezes

 

Medalha

 

Aluno (a)
Ouro Cléo Barboza Ferreira

 

Prata Vitória Ohara Lopes da Silva

 

Bronze Maria Laís Uchôa Gomes

 

Escola: Comissário Francisco Barbosa

 

Professor: Hamilton Mendes dos Santos

 

Medalha Aluno (a)

 

Ouro Erick Peroba de Sousa

 

Prata Ingrid da Silva Castro

 

Bronze Emerson Temístocles Cavalcante Novais