Maracanaú realiza 26° Encontro da Rede de Atenção Psicossocial Online

You are currently viewing Maracanaú realiza 26° Encontro da Rede de Atenção Psicossocial Online
  • Post author:
  • Post category:Saúde

A Secretaria da Saúde, por meio da Coordenação de Saúde Mental, realizou no dia 06 de Novembro de 2020  de 8h30min às 14h30min, o 26° Encontro da Rede de Atenção Psicossocial de Maracanaú com o tema “Práticas e Vivências em Saúde Indígena”. O evento foi o primeiro encontro com transmissão ao vivo pelo Youtube com inscrições, interações e certificações online, e especialmente com a disponibilidade integral de intérpretes de Libras simultaneamente. A programação contou com temas diversos relacionados à Saúde Indígena e com participação de diversos convidados.

Dentre os conferencistas, destacam-se as lideranças Indígenas: Andreza Pitaguary (Estudante de Psicologia), Madalena Pitaguary (Liderança histórica local), Neto Pitaguary (Representante do Conselho de Saúde Índigena) e Fátima Pitaguary (Agente Indígena de Saúde). Além da presença da Psicologa  Vitória Lisboa (DISEI Ceará); Rita de Cássia (Profissional do CAPS Infantil de Maracanaú. Assim como também os profissionais vinculados à Prefeitura de Maracanaú que participaram das mesas de debates no evento como o Assistente Social André Fernandes (SASC/CRAS Índigena), a Médica Camila Ramos ( Pólo de Saúde Índigena/DISEI) e o Professor Fábio Freire da Secretaria de Educação de Maracanaú.

A Culminância do evento se deu com o ápice  de audiência na Web-Conferência: “Transculturalidade, Práticas de Cuidado e Saúde Indígena”, que contou com a fala do Pajé Barbosa (do Povo Pitaguary) e dos Professores Dr. Saulo Fernandes (vinculado a UFAL) e Dra. Zelfa Feitosa (Pós-Doutoranda da UFC). Esse momento foi mediado pelo Professor Dr. Pedro R. S. Oliveira, Membro do PARALAXE/ UFC e Supervisor Clínico Institucional  da RAPS de Maracanaú.

A Coordenadora de Saúde Mental de Maracanaú, Ana Karine Lima de Freitas, em sua fala de abertura ressaltou que a RAPS de Maracanaú é pioneira na realização de um Encontro de Saúde Mental não só pelo formato totalmente virtual, mas, principalmente pela temática da Saúde Índigena abordada nos seus aspectos transculturais e intersetoriais. Concluiu“ A partir dessa experiência êxitosa inicial, onde atingimos a marca de 769 visualizações,  percebemos que podemos sistematizar esse novo espaço de discussão e debate a cerca da Saúde Mental.”

O Encontro contou com  apoios e parcerias da Faculdade de Maciço de Baturité – FMB, que esteve representada pelo seu Diretor Prof.
Edilson Castro;  das Coordenações de Educação Especial e de Programas e Projetos Secretaria de Educação de Maracanaú;  do Distrito Sanitário Especial Índigena do Ceará- DISEI/CE, representado pelo seu  Coordenador  Armando Cardoso e pela Secretaria de Saúde de Maracanaú, representada pelo Secretário Francisco Torcápio Vieira.