Semana de Combate ao Trabalho Infantil alerta para os impactos da pandemia de Covid-19

You are currently viewing Semana de Combate ao Trabalho Infantil alerta para os impactos da pandemia de Covid-19

Maracanaú inicia hoje, 8, a Semana de Combate ao Trabalho Infantil. Esse ano, a campanha faz alusão à pandemia do coronavírus, tendo como tema: “COVID-19: Agora, mais do que nunca, proteja crianças e adolescentes”. A iniciativa alerta para o risco de crescimento da exploração do trabalho infantil devido aos impactos da pandemia. O objetivo é conscientizar a sociedade e o Estado sobre a necessidade de maior proteção às crianças e aos adolescentes, com medidas mais severas de prevenção e de combate ao trabalho infantil, em especial diante da crise econômica provocada pelo novo coronavírus.

No Brasil, o 12 de junho foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil pela Lei Nº 11.542/2007, mas em Maracanaú as ações acontecem durante todo o ano, por meio do Programa de Educação Contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente- PETECA, desenvolvido através da Secretaria de Educação junto às Escolas do município, com alunos do 4º ao 9º ano e das Ações estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho infantil- AEPETI, realizadas junto a Secretaria de Assistência Social e Cidadania – Sasc, em parceria com diversos equipamentos como o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente- CMDCA, Conselho Tutelar, Centro de Referência da Assistência Social- CRAS, Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Creas e o Instituto Social para o Desenvolvimento de Potencialidades – IDEP Social. São realizadas visitas às famílias com casos de trabalho infantil, panfletagem, visitas ao aterro sanitário, oficinas lúdicas com crianças e adolescentes que saíram da condição de trabalho infantil e são atendidas pelos equipamentos que prestam assistência Social, entre outas.

De acordo com Albertina Duarte, coordenadora do Programa de Educação Contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente- PETECA e da comissão do AEPETI, um dos diferenciais de Maracanaú, que faz com que o município alcance bons resultados é o trabalho intersetorial. “Muitos municípios ainda não conseguiram essa integração.” Para a coordenadora, o combate ao trabalho infantil é dever de todos. “Maracanaú diz não ao trabalho infantil. Lugar de criança é na escola e é nossa responsabilidade lutar por isso“, afirmou.

Durante toda a semana serão divulgadas nas redes sociais da Prefeitura, os resultados de algumas ações realizadas no município. Confira abaixo a programação.

Programação da Campanha de Combate ao Trabalho Infantil “COVID-19: Agora, mais do que nunca, proteja crianças e adolescentes”

08/06- Apresentação do vídeo: História de uma criança retirada da situação de trabalho infantil
09/06- Sensibilizar através de um panfleto que alerta sobre a exploração do trabalho infantil
10/06- Divulgação de um texto com uma análise do resultado da pesquisa diagnóstica do trabalho infantil de 2019
11/06- Vídeo de histórias de vidas de crianças e adolescente explorados pelo trabalho
12/06- Memória das ações de mobilização dos atores municipais que lutam contra a violação dos direitos das crianças e dos adolescentes