Professores de Inglês participam do Programa de Desenvolvimento Profissional da Capes/Fulbright nos Estados Unidos

293

Seis docentes da rede municipal de ensino foram aprovados no Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa – PDPI da Capes/Fulbright. Eles estão participando do curso de Desenvolvimento de Metodologia e intermediário em aprimoramento do Inglês, nas University of Kansas e Kansas State University, nos Estados Unidos. A formação terá duração de seis semanas. Voltado para educadores com conhecimentos avançados na Língua Inglesa e que pretendem desenvolver novas metodologias de ensino-aprendizagem.

Os professores aprovados são Dário Conde, Ana Cláudia Negreiros e Gênesis Menezes, do Centro de Línguas de Maracanaú – CLM, Yuri Santos, do Centro de Educação de Jovens e Adultos de Maracanaú – CEJAM, Ricardo Rodrigues, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Pereira da Silva, e Fábio Alves, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Joaquim Aguiar.

O objetivo do PDPI é valorizar os profissionais do magistério que atuam nas redes públicas de educação básica, fortalecer o domínio das quatro habilidades linguísticas (compreender, falar, ler e escrever em inglês), compartilhar com esses profissionais metodologias de ensino, aprendizagem e avaliação que estimulem a participação do aluno em sala de aula, oferecer uma experiência in loco em história e cultura dos Estados Unidos, além de estimular parcerias com universidades e docentes americanos, visando futuros intercâmbios de educadores e de alunos entre os dois países.

Gênesis Menezes conta que “é uma experiência única. Estou feliz de participar de um curso de metodologias, porque vamos poder acrescentar para nossos alunos, ao município e a comunidade em que vivemos. Será um momento em que vamos trocar ideias, falar sobre a cultura. Algo renovador e que acrescentará tanto para nossa educação e para nossa formação”.

Ana Cláudia Negreiros destacou sobre a felicidade com a aprovação “participaremos do treinamento, visitaremos escolas e teremos contato com a metodologia aplicada, que contribuirá muito para nosso crescimento profissional e, ao voltar para Maracanaú, dividirei com meus colegas de trabalho tudo que aprendi”.

Yuri Santos enfatizou que o reconhecimento profissional foi fruto de muito estudo e trabalho. “Por seis semanas iremos para Universidade do Kansas. Faremos o curso de metodologias e ao final iremos produzir relatórios e compartilharemos os conhecimentos com nossos colegas professores”.

Dário Conde disse que está muito contente em ter passado na seleção “teremos seis professores que farão esse intercâmbio, para somar e contribuir para o aprendizado da Língua Inglesa. Ao retornar prepararemos um momento para explicar aos nossos colegas de trabalho de como foi nossa experiência”.

Ricardo Rodrigues relatou sobre o processo seletivo “esta seleção acontece anualmente, então participei, porque este curso tem o objetivo de avaliar o potencial individual da fala e do entendimento de Inglês em nível acadêmico. Estou feliz por esta oportunidade que contribuirá com minha formação”.

Fábio Alves considera relevante uma experiência deste porte no currículo dos professores de Maracanaú. Ele conta que com “este curso fará com que voltemos às salas de aulas com novos conhecimentos e com uma bagagem de práticas educacionais inovadoras que são aplicadas em instituições de ensino de um país falante de inglês”. (Bruna Marques)