3ª Conferência debate desafio de Envelhecer no Século XXI

264
Foto: Stênio Saraiva

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa – CMDPI realizou na última quarta-feira, 24 de abril, na Unifametro, a 3ª Conferencia da Pessoa Idosa de Maracanaú. Diante dos desafios do crescente envelhecimento da população, o evento teve como objetivo discutir medidas que garantam os direitos fundamentais da pessoa idosa; Rever as políticas públicas promovidas pelos entes, que possam garantir um envelhecimento digno, sem qualquer forma de discriminação, de violência e de violação dos direitos humanos e propor ações de fortalecimento dos conselhos de direitos da pessoa idosa.

Durante todo o dia foram debatidas propostas, através de quatro grupos de trabalhos que trataram dos seguintes eixos temáticos: Direitos fundamentais na construção das políticas públicas; Educação; Enfrentamento da violação dos direitos e emancipação da pessoa idosa e sobre o papel dos conselhos na efetivação do controle social, na geração e implementação das políticas públicas.

Foto: Stênio Saraiva

O encontro contou com uma palestra, ministrada pela Terapeuta ocupacional Julyana Scheridan, além da apresentação da “Paródia dos Idosos”, apresentada por Dona Maria Dulce, usuária do Centro de Convivência do Idoso.

A Secretária de Assistência Social, Glauciane de Oliveira, falou sobre a importância do evento: “Essa conferência tem uma relevância muito grande, pois representa um espaço privilegiado de participação da população. As propostas que sairão daqui serão debatidas e levadas ao prefeito”.

Já a presidente do CMDPI, Albertina Duarte, convocou os presentes a participarem dos grupos de debates e expressar suas reais necessidades.

“É o momento de pensarmos em conjunto. Juntos vamos conquistas o que precisamos”.

Albertina divulgou ainda que dia 15 de junho acontecerá o show de talentos dos Idosos na Praça da Mucunã.

Além dos idosos, participaram da conferência alguns representantes da sociedade civil e do setor público: conselheiros, lideranças comunitárias, movimentos e organizações não governamentais que prestam atendimento à pessoa idosa e agentes públicos do poder executivo. (Sabrina Vieira)