Semam solicita implantação de usina de reciclagem para Maracanaú.

209

A Secretaria de Meio ambiente e Controle urbano- Semam  esteve presente nesta segunda-feira,1º de julho, na Secretaria das Cidades do Ceará, para articular, junto ao atual secretário Paulo Henrique Lustosa, a implementação de uma usina de reciclagem no município de Maracanaú.

A secretaria foi representada por uma comitiva composta pela Coordenadora de Recursos Naturais, Joelma Dias, pelo presidente da cooperativa de catadores de Maracanaú- Coomvida, Luís Carlos e por  estudantes do curso de engenharia ambiental do Instituto Tecnológico Federal do Ceará- IFCE- Campus Maracanaú, que na ocasião apresentou o potencial da cadeia produtiva da reciclagem do  município e as ações já desenvolvidas sobre a  coleta seletiva e Educação Ambiental.

Com a implementação da usina, acontecerá a conversão do lixo em matéria-prima. Essa, por sua vez, será utilizada na fabricação de novos produtos, que serão vendidos e encaminhados para a sociedade, fazendo desse processo um ciclo.

Saiba mais: O funcionamento de uma usina de reciclagem se inicia com a recepção dos materiais que serão reciclados. Esses materiais já foram coletados anteriormente por cooperativas de catadores ou mesmo por empresas especializadas na coleta de resíduos. Depois de recebidos, os materiais vão para o setor de triagem, onde serão separados de acordo com o tipo de resíduo que os compõe.

Esse importante processo serve como base para a reciclagem, uma vez que muitos dos materiais coletados e recebidos pela usina não são passíveis de reciclagem, seja por sua composição ou mesmo por seu estado físico debilitado, que inviabiliza a reciclagem. A esses materiais é dada a destinação correta nos aterros.